Comunicado da Direção – Notícia sobre o abate da UTE 2001 – Correio da Manhã

Foi publicada na edição do jornal Correio da Manhã de hoje (25 de julho de 2017) e replicada no sítio da internet da Revista Sábado, uma notícia com o título “Abate de automotora causa ira” onde são citadas alegadas declarações da APAC – Associação Portuguesa dos Amigos dos Caminhos de Ferro, sob a capa do anonimato e relativas ao abate previsto da automotora elétrica UTE 2001.

Quanto a essa notícia, a APAC tem a esclarecer o seguinte:

1 – A APAC não foi contactada pelo jornal Correio da Manhã ou pela subscritora da referida peça para prestar quaisquer declarações sobre o abate da automotora elétrica UTE 2001;

2 – A APAC nunca prestou, não presta nem prestará, em circunstância alguma, declarações sob a capa do anonimato, assumindo sempre publicamente e de forma clara as suas posições;

3 – A APAC já se pronunciou sobre a temática do abate da UTE 2001 em declarações prestadas à Agência Lusa e replicadas nos jornais Diário de Noticias e Público da semana passada;

4 – A APAC não promoveu qualquer petição ou apelo a entidades oficiais sobre o assunto;

5 – A APAC, associação mais antiga e com maior historial em Portugal de amigos dos caminhos de ferro, trata todas as matérias relacionadas com a preservação ferroviária diretamente com as entidades competentes e através dos canais próprios, não recorrendo para o efeito à intermediação de órgãos de comunicação social;

6 – As posições oficiais da APAC são exclusivamente assumidas, de forma clara e sempre identificada, pelo órgão competente da associação – a Direção;

7 – A APAC lamenta e considera eticamente reprovável que o jornal Correio da Manhã tenha publicado uma “notícia” citando alegadas declarações da nossa associação sem que a tenha sequer contatado;

8 – Tratando-se de fonte anónima citada na peça, a APAC desconhece sequer se a mesma faz parte dos seus associados.

Com os nossos melhores cumprimentos e saudações ferroviárias,

A Direcção Nacional da APAC

Deixe uma resposta